Psicopedagogia / 16 de outubro de 2016

A construção de um hábito

O hábito assim como a rotina são fundamentais para a organização diária. Nem todos que tem uma rotina estão habituados a ela. Mas todos que assimilaram a rotina, criaram um hábito.

Para saber a fundo o que é hábito e a importância dele para a vida, vale a pena conferir a obra, O Poder do Hábito, de Charles Duhigg. Lá constam diversos exemplos de empreitadas de sucesso a partir de uma simples mudança de hábito.

A força de vontade remove montanhas, diziam os sábios. E os próprios estudos comprovam isso. Até porque tudo na vida é uma questão de escolha. Há o certo e o errado. Existe o caminho mais fácil e o mais difícil. Mas nem sempre o mais fácil é melhor que o mais difícil, ou vice-versa. O livre arbítrio para os religiosos, ou a livre escolha para os céticos, é o que nos resta, escolher o caminho, aguentar as consequências e nos responsabilizar por elas.

Visto isso, que o hábito é uma questão de escolha vai depender de cada ser humano optar pelos bons hábitos ou maus hábitos e sofrer as consequências ou esperar a longo prazo os louros de uma jornada bem sucedida.

Todo hábito começa aos poucos, como uma rotina, implantando-se um horário, lugar apropriado e traçando metas e objetivos a serem alcançados para determinada atividade e somente após esse ínterim, o processo será incorporado pelo indivíduo, tornando-se parte integrante de sua vida, resultando num hábito.

O próprio autor Charles Duhigg fala em sua obra que “os hábitos, dizem os cientistas, surgem porque o cérebro está o tempo todo procurando maneiras de poupar esforços” (p.35). Portanto, o hábito é algo que o cérebro assimilou por ser rotineiro, diário e aciona o piloto automático e segue o seu curso.

Visto isso, que tal construirmos um hábito de leitura? Como? Simples. Vejamos um exemplo: quando iniciamos uma dieta, não emitimos bons fluidos para o nosso cérebro em hipótese alguma e nem para nós, não é verdade? Mas se trocarmos o termo dieta por reeducação alimentar? Notou a diferença? Dieta, não é feita para a vida toda, apenas para se atingir o objetivo em perder uns quilinhos e o nosso cérebro não é burro porque ele saca os dias do lixo, aquele dia que separamos na semana para enfiarmos o pé na jaca, ou mesmo nos fins de semana, que tudo pode e por aí vai. Não estou dizendo que o dia do lixo é ruim e que umas jacadas de vez em quando não são permitidas. Mas há uma diferença enorme em comer uma coisa ou outra e outra bem diferente é se entupir de guloseimas. No entanto, geralmente quando alcançamos o objetivo, voltamos quase que automaticamente a enfiar o pé na jaca e cair no temido efeito sanfona. Isso porque a dieta não se tornou um hábito. Já a reeducação alimentar trata-se de uma mudança de hábito (hábito ruim) realizada a longo prazo, uma vez que alimentos pouco saudáveis vão sendo aos poucos substituídos por alimentos mais saudáveis, como o arroz branco pelo arroz integral, a batata frita pela assada, etc… O cérebro compreende depois de um tempo que o indivíduo comendo de tais alimentos religiosamente, tal prática alimentar passa a ser um Hábito e saudável, além de prazeroso.

Podemos seguir os mesmos passos com os estudos, começando a introduzir, leituras de seu interesse, de sua preferência, para se acostumar com o processo de exercitar os músculos dos olhos ao ler as inúmeras palavras compostas em frases, formando parágrafos; o lugar adequado para a leitura e a frequência da prática por dia. Comece com 20 min e depois vai aumentando 10 min a cada dia e quando se sentir à vontade e preparado tente optar por leituras mais complexas e livros mais extensos até com linguagens mais rebuscadas.

O importante é tornar a prática da leitura um hábito porque depois tudo se encaixa.

“A autodisciplina tem um efeito maior no desempenho acadêmico do que o talento intelectual” (DUHIGG)

Se você gostou desse post não deixe de comentar.

 






Post anterior
A importância da rotina
Próximo Post
Por que implementar uma rotina de estudos?




13 Comentários

Oct 17, 2016

Amiga amando tudo isso.
Estarei sempre ligadinha
Bjs


    Oct 17, 2016

    Muito obrigada pelo apoio de sempre. Fico feliz por ter aprovado o Blog.
    Permaneça “ligadinha” sim, que postarei sempre novidades…
    Um beijo gigante no seu ♥!


Oct 17, 2016

Prima parabéns!! Adorei um bj e sucesso!!!


Oct 17, 2016

Prima parabéns! !! Sucesso sempre um bjo!


Oct 17, 2016

Parabéns muito sucesso e o que eu desejo pra vc.


Oct 18, 2016

Lindo!!Adorei as dicas.
Me identifiquei com esse post.
Aderi esse abto a algum tempo…sempre gostei de ler,pena que agora quase não tenho tido tempo.
Tá tudo lindo !!!
Parabéns Thais!!
Ficarei de olho nas novidades.
Bjo!


    Oct 18, 2016

    Fico tão feliz em saber que gostou das dicas e aprovou o blog.
    Muito obrigada por ter comentado. Super beijo


Oct 19, 2016

Excelente texto! Muito bem escrito. É daí pra frente. Importante que as mães estejam ligadas! Sucesso!


    Oct 19, 2016

    A conscientização é o primeiro passo. O blog será atualizado semanalmente. Muito obrigado por ter comentado! Bjao!!!


Oct 19, 2016

Muito bom o texto e construtivo ,dicas importantíssimas sobre o hábito da leitura !amei parabéns


    Oct 19, 2016

    Que bom que este texto foi proveitoso para você. Fique ligada nas novidades!
    Um grande beijo e muito obrigada por ter comentado!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.